Laboratório Genética - Orientação para obtenção e envio de amostras

Laboratório de Genética – Instituto de Zootecnia

Orientação para Obtenção e Envio de Amostras




Amostra de leite ou produto lácteo

As amostras de leite deverão ser acondicionadas em recipientes hermeticamente fechados identificados com o nome e número de registro do animal doador da amostra ou, no caso de produto industrializado, nome do fabricante, data de fabricação e número do lote. As amostras devem ser transportadas em caixa de isopor ou isotérmicas, acompanhadas de gelo reciclável ou outra substância refrigerante suficiente para manutenção do frio pelo tempo necessário para chegar ao Laboratório, cuidando-se sempre para que não haja contato direto destes com as amostras ou entre amostras.

Amostra de pelos

a) Utilize um envelope de papel para cada animal. Anote no envelope principalmente o nome e número de registro do animal doador da amostra.

b) Segure cerca de 10 pelos da vassoura caudal (extremidade), enrolando-os no dedo indicador e puxando-os firmemente. Os pelos também poderão ser puxados com o auxílio de um alicate de bico chato. Uma vez que o DNA é extraído do bulbo capilar (raiz do pelo), fios sem raiz não servirão para o teste.

a) Coloque os pelos no envelope já identificado. Repita a operação, por pelo menos quatro vezes, até que se obtenha aproximadamente 40 pelos por animal, lacrando o envelope em seguida.

Observações:

· Se os pelos forem muito longos (mais do que 10 cm), podem ser cortados tomando-se cuidado para preservar os bulbos.

· JAMAIS misture pelos de animais diferentes num mesmo envelope.

Amostra de sangue

a) As colheitas de sangue devem ser realizadas por pessoa habilitada, utilizando tubos para coleta a vácuo contendo anticoagulante EDTA com capacidade para 4 mL. Cada tubo deverá ser identificado com o nome e número de registro do animal doador da amostra. A amostra poderá ser obtida na veia jugular ou coccígea.

b) Mantenha as amostras resfriadas em caixa de isopor com a adição de gelo reciclável o suficiente para manter a temperatura baixa até a chegada das amostras no Laboratório de Genética do IZ.

Para todos

a) Preencha o quadro anexo de informações cadastrais. O formulário documenta a responsabilidade legal pela correta identificação das amostras e pela veracidade dos dados cadastrais fornecidos.

b) Faça uma relação de todas as amostras com o maior número possível de informações, como:

· Nome, número, sexo, raça e data de nascimento de cada animal amostrado;

· Tipo de queijo/leite, peso/volume, lote, data de fabricação.

c) Envie ou entregue pessoalmente as amostras juntamente com os dados cadastrais e a relação de amostras para:

Instituto de Zootecnia – Laboratório de Genética

Rua Heitor Penteado, 56, Centro

Nova Odessa – SP – CEP 13380-011

d) Aguarde o Aviso de Recebimento onde será informado o No de Caso, número de amostras recebidas, se as amostras encontram-se adequadas e data prevista para envio de resultados.

e) Havendo qualquer dúvida, entre em contato pelo e-mail iz.labgeniz@sp.gov.br .

Ficamos a disposição para quaisquer esclarecimentos.

Atenciosamente,

Laboratório de Genética – IZ




Envie a um amigo

Adicione ao Favoritos

Imprimir