NOTÍCIAS


24/07/2017

IZ sedia a 77ª Reunião da Câmara Técnica de Conservação e Proteção dos Recursos Naturais

Representantes da Câmara Técnica de Proteção e Conservação dos Recursos Naturais (CT-RN)  dos Comitês de Bacias PCJ reuniram-se no Instituto de Zootecnia (IZ),  da Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo, para a 77ª Reunião Ordinária da Câmara, para discutir sobre a experiência prática em restauração florestal pela bióloga Daniela Helena Fávaro e discutir o Plano de Trabalho da Câmara para o biênio 2017-2019.

A bióloga Daniela, da empresa Defesa Ambiental Assessoria em Meio Ambiente Ltda, apresentou sua metodologia de trabalho para restauração florestal e ambiental de acordo com a Secretaria de Meio Ambiente (SMA nº 32/2014), detalhando as variáveis envolvidas na sua composição de custos, incluindo a produção e o plantio de mudas nativas e a manutenção durante os três anos subsequentes, salientando que muitas vezes a simples vedação e proteção da área permite uma restauração ambiental adequada, principalmente em regiões onde existam fragmentos florestais preservados.  Também discutiu sobre a importância dos Termos de Compromisso de Recuperação Ambiental (TCRA) e dos Termos de Ajustamento de Conduta (TAC) nas suas atividades profissionais e na recuperação ambiental da nossa bacia hidrográfica.

Entre os diversos assuntos discutidos na elaboração do Plano de Trabalho da Câmara para o biênio 2017-2019, destacaram-se os itens para atualização e definição dos procedimentos do Programa II - Pagamentos por Serviços Ambientais, da Política de Recuperação, Conservação e Proteção dos Mananciais do PCJ (Deliberação Comitês PCJ nº 270 de 31/03/2017); o acompanhamento da atualização do Plano de Floretas dos Comitês PCJ; o acompanhamento da execução das condicionantes da Outorga do Sistema Cantareira pela SABESP; a criação de uma Rede de Áreas Protegidas e de Fragmentos florestais existentes; os resíduos e impactos ambientais gerados pela atividade de mineração na região e as interfaces de contato entre as ações dos Comitês PCJ e o Programa Município Verde Azul da Secretaria de Estado de Meio Ambiente.

Segundo o novo Coordenador da Câmara Técnica, pesquisador do IZ, João José Assumpção de Abreu Demarchi, é grande a responsabilidade da Câmara Técnica para os próximos anos. “Precisamos difundir o conceito da bacia hidrográfica como unidade de manejo hídrico e agropecuário, tanto por meio das boas práticas no manejo de solos, quanto na recuperação das áreas de preservação permanente (nascentes, topos de morro, encostas e margens dos rios, etc.), mitigando a emissão de gases de efeito estufa e tornando a Bacia Hidrográfica mais resiliente diante das atuais mudanças climáticas”, explicou Demarchi.

Demarchi enfatiza a necessidade de integração entre as áreas urbanas e rurais para que haja uma efetiva gestão dos recursos hídricos dentro do conceito de produtor-recebedor e consumidor-pagador. “É necessário pagar pelos serviços ecossistêmicos gerados no meio rural, e com isso transferir recursos financeiros ao produtor rural, que direta e indiretamente conserva o meio ambiente, regulariza o ciclo hídrico retendo água na bacia, que, viabilizando o seu negócio agropecuário, produz alimentos e energia.”

A participação de pesquisadores dos Institutos de Pesquisa, da CATI e da CDA, órgãos da SAA, qualificam as discussões nas Câmaras Técnicas, contribuindo com as ações dos Comitês de Bacias PCJ.

“Os profissionais da Pesquisa Científica e da Extensão colaboram extraordinariamente em relação à preservação dos recursos naturais e regularização do ciclo hídrico nas bacias hidrográficas para que estejam atrelados ao desenvolvimento sustentável das propriedades rurais, que, consequentemente, terão maior produtividade e viabilidade econômica com menor utilização de áreas, liberando espaço para a conservação ambiental e a geração de serviços ecossistêmicos”, ressaltou Demarchi.

A próxima reunião ordinária da CT-RN ocorrerá no dia 13 de setembro na Fundação José Pedro de Oliveira - Mata Santa Genebra, em Campinas (SP), e terá como tema principal a criação da Rede de Áreas Protegidas dos Comitês PCJ. Também foi anunciado que a primeira reunião pública para discussão da Revisão do Plano Diretor de Recomposição Florestal visando a Conservação de Água no âmbito das Bacias PCJ ocorrerá no dia 1º de agosto, das 9 às 13h30, no anfiteatro do IZ.

“Essas ações vêm ao encontro das diretrizes do governador Geraldo Alckmin, que é aproximar a pesquisa do campo, apoiar o pequeno e médio produtor e garantir a sustentabilidade rural”, declarou o secretário de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo, Arnaldo Jardim.

Novo coordenador da CT-RN

O engenheiro agrônomo João Demarchi,pesquisador do IZ, foi eleito coordenador da Câmara Técnica de Proteção e Conservação dos Recursos Naturais(CT-RN) dos Comitês PCJ em junho.

Como coordenador adjunto continua o engenheiro agrônomo Henrique Belinaso, da CATI (Coordenadoria de Assistência Técnica Integral), também vinculada à Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo. O novo mandato vai até junho de 2019.

 

Por Lisley Silvério (MTb. 26.194)

Assessora de Imprensa
Instituto de Zootecnia
Secretaria de Agricultura e Abastecimento SP
Fone: (19) 3476-9841
E-mail: lisley@iz.sp.gov.br
www.iz.sp.gov.br

 

Veja todas as notícias



Envie a um amigo

Adicione ao Favoritos

Imprimir