Influência da densidade de estocagem no desempenho produtivo do acará-bandeira (Pterophyllum scalare) cultivado em gaiolas

  • M. P. P. Deon Universidade Tecnológica Federal do Paraná, PR
  • P. H. A. A. Sousa Universidade Estadual do Oeste do Paraná, PR
  • L. R. R. Arauco Universidade Tecnológica Federal do Paraná, PR
  • B. S. L. Lima Universidade Tecnológica Federal do Paraná, PR
Palavras-chave: comprimento, conversão alimentar, qualidade da água, peixes, peso, sobrevivência

Resumo

Objetivou-se com esse trabalho avaliar a influência da densidade de estocagem no desempenho de Acará-bandeira (Pterophyllum scalare), cultivados em diferentes densidades, por 60 dias, instalados em caixas d'água contendo gaiolas. O delineamento adotado foi o inteiramente casualizado com três tratamentos de 2,33; 4,66 e 9,33 peixes/L e cinco repetições, total de 105 unidades experimentais. Independente das densidades de estocagem, as variáveis hidrológicas permaneceram dentro dos padrões recomendados para a espécie em estudo. A taxa de sobrevivência (%) apresentou efeito significativo (P<0,05) nas densidades, mostrando que os animais alojados em menor densidade apresentaram sobrevivência mais elevadas. Entretanto, o aumento da densidade afetou negativamente a taxa de sobrevivência. Entre os tratamentos houve efeito significativo (P<0,05) na uniformidade de comprimento e conversão alimentar. O desempenho produtivo do Acará-bandeira (Pterophyllum scalare) com melhor conversão alimentar, sobrevivência e uniformidade de peso e comprimento é na menor densidade de estocagem (2,33 peixes/L).
Publicado
01-11-2017
Como Citar
Deon, M., Sousa, P., Arauco, L., & Lima, B. (2017). Influência da densidade de estocagem no desempenho produtivo do acará-bandeira (Pterophyllum scalare) cultivado em gaiolas. Boletim De Indústria Animal, 74(3), 156-161. https://doi.org/10.17523/bia.v74n3p156
Seção
AQUICULTURA