Propriedades nutricionais e análise sensorial de iogurtes elaborados com leite de ovelhas alimentadas com óleo de linhaça

  • L. S. Mangano Universidade Estadual Júlio de Mesquita Filho, Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia, Botucatu,SP
  • R. Giudice Junior Universidade Estadual Júlio de Mesquita Filho, Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia, Botucatu,SP
  • A. Dantas Universidade Estadual Júlio de Mesquita Filho, Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia, Botucatu,SP
  • A. A. O. Montanha Universidade Estadual Júlio de Mesquita Filho, Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia, Botucatu,SP
  • M. F. C. S. Carrega Universidade Estadual Júlio de Mesquita Filho, Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia, Botucatu,SP
Palavras-chave: ácidos graxos, alimento funcional, derivado lácteo, suplementação.

Resumo

Este estudo teve por objetivo avaliar o efeito da inclusão de óleo de linhaça na dieta de ovelhas lactentes sobre a qualidade nutricional e sensorial de iogurtes. Para a fabricação dos iogurtes foram utilizando 3 litros de leite de ovelha de cada tratamento, sendo o primeiro elaborado com leite de ovelhas que não receberam durante a lactação, a adição de óleo de linhaça a dieta e o segundo, fabricado com leite obtido de ovelhas que receberam a suplementação de 3% de óleo de linhaça no concentrado da dieta. Foram avaliados a composição química e perfil de ácidos graxos do leite obtido nos dois tratamentos bem como teste sensorial, além da intenção de compra dos iogurtes. Os resultados mostraram que ambos os iogurtes desenvolvidos apresentaram teores semelhantes de gordura, proteína, sólidos totais, umidade e cinzas (P>0,05). No entanto, houve maior concentração de ácidos graxos ômega 3 nos iogurtes fabricados com leite obtidos de ovelhas que receberam suplementação lipídica (P<0,05). As amostras não diferiram entre si quanto a aceitabilidade e intenção de compra (P>0,05). O emprego de 3% de óleo de linhaça na dieta de ovelhas em lactação pode ser recomendado como alternativa de manejo alimentar de ovelhas leiteiras, pois proporciona a obtenção de iogurte de adequado valor nutricional e características sensoriais, bem como, boa aceitação e intenção de compra, demonstrando ser um produto promissor ao segmento lácteo.
Publicado
01-11-2017
Como Citar
Mangano, L., Giudice Junior, R., Dantas, A., Montanha, A., & Carrega, M. (2017). Propriedades nutricionais e análise sensorial de iogurtes elaborados com leite de ovelhas alimentadas com óleo de linhaça. Boletim De Indústria Animal, 74(3), 288-293. https://doi.org/10.17523/bia.v74n3p288
Seção
QUALIDADE DE PRODUTOS DE ORIGEM ANIMAL