Rendimento e composição centesimal e mineral dos não componentes da carcaça de cordeiros alimentados com dietas contendo feno de amoreira

  • F. A. Almeida Universidade Estadual Paulista, Instituto de Biociência, Botucatu, SP
  • A. G. Silva Sobrinho Universidade Estadual Paulista, Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinária, Jaboticabal, SP
  • V. T. Santana Universidade Estadual Paulista, Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinária, Jaboticabal, SP
  • L. G. A. Cirne Universidade Federal do Oeste do Pará, Instituto de Biodiversidade e Floresta, Santarém, PA
  • V. Endo Universidade Estadual Paulista, Instituto de Biociência, Botucatu, SP
  • T. H. Borghi Universidade Estadual Paulista, Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinária, Jaboticabal, SP
  • N. M. B. L. Zeola Universidade Estadual Paulista, Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinária, Jaboticabal, SP
Palavras-chave: alimento alternativo, mineral, órgãos, ovinos, vísceras.

Resumo

Objetivou-se avaliar o rendimento e a composição centesimal e mineral dos não componentes da carcaça de cordeiros alimentados com dietas contendo 0; 12,5 e 25,0% de feno de amoreira em substituição ao concentrado. Foram utilizados 24 cordeiros machos não castrados da raça Ile de France, com peso corporal inicial de 15 kg e final de 32 kg. Observou-se que à medida que aumentou feno de amoreira na dieta houve efeito quadrático para os pesos de esôfago (R2=1,0) e baço (R2=1,0), teor de ferro do pulmão (R2=0,94), cálcio no coração (R2=0,99) e sódio e potássio nos rins (R2= 1,00). Efeito linear decrescente foi observado para peso da pele (R2=0,98) e extremidade dos membros (R2=0,93), e linear crescente para o teor de cobre no pulmão (R2=1,00), sódio no fígado (R2=0,93), potássio no coração, (R2=0,97) e ferro nos rins (R2=0,77). Houve efeito linear crescente para a maioria dos minerais na língua, exceto para magnésio, manganês e zinco. A composição centesimal dos não componentes da carcaça não diferiu (P>0,05) entre os tratamentos. Desta forma, o feno de amoreira pode ser incluído até 25% na dieta dos cordeiros sem alterar negativamente as principais características quantitativas e nutricionais dos não componentes da carcaça ovina.
Publicado
01-11-2017
Como Citar
Almeida, F., Silva Sobrinho, A., Santana, V., Cirne, L., Endo, V., Borghi, T., & Zeola, N. (2017). Rendimento e composição centesimal e mineral dos não componentes da carcaça de cordeiros alimentados com dietas contendo feno de amoreira. Boletim De Indústria Animal, 74(3), 269-279. https://doi.org/10.17523/bia.v74n3p269
Seção
NUTRIÇÃO ANIMAL

Artigos mais lidos pelo mesmo (s) autor (es)